Home / Arquidiocese / Donos de padaria de Guarapari deixam cesta com pães quentes para quem não pode comprar

Donos de padaria de Guarapari deixam cesta com pães quentes para quem não pode comprar

Despertar no coração das pessoas o sentimento de caridade, fazendo com que voltem a olhar para o próximo e ajudar aqueles que se encontram em dificuldades até mesmo para se alimentar. Esses foram os principais motivos que levaram o casal de comerciantes de Guarapari, Maria do Céu Lisboa e Clóvis Laviola, a deixar na frente das padarias deles, na Paia do Morro e no bairro Muquiçaba, cestas de pães quentinhos para quem não tem dinheiro para comprar.

Maria do Céu conta que a iniciativa, que ela chama de “corrente do bem”, aconteceu depois de uma conversa com o marido durante um café da manhã.”Nós comentávamos sobre o comportamento das pessoas hoje em dia. Ninguém mais presta atenção no seu próximo, as pessoas estão mais preocupadas com seus celulares, em filmar tragédias e compartilhar esses vídeos, enquanto temos tantos precisando de uma ajuda. Outro dia, passando pela Terceira Ponte, presenciamos uma tentativa de suicídio. As pessoas queriam filmar e não estavam preocupadas com o rapaz, que passava por aquela situação tão difícil. Isto é muito triste. Por isso, perguntei ao meu marido como poderíamos colaborar para mudar essa mentalidade, para ajudar os que precisam e para despertar na pessoas essa lado da caridade, de olhar para o próximo com amor”, contou.

Como são donos de padarias há mais de 25 anos, Maria do Céu teve a ideia de colocar as cestas com os pães na frente das duas lojas. “Nossa atitude já tem motivado outras pessoas a também querer ajudar. Outro dia, um cliente entrou, comprou 10 pães, comprou presunto, fez sanduíches e colocou dentro da cesta onde ficam os pães para doação. Ele falou que era o mínimo que poderia fazer para colaborar também. Foi muito tocante o que ele fez, isso mostra que nosso objetivo da “corrente do bem” dá resultado”, avaliou.

Maria do Céu afirmou que continuará com as doações e torce para que outras pessoas também possam ter iniciativas para ajudar a quem precisa. “É tão gratificante ajudar. Outro dia um senhor entrou, olhou os pães e perguntou a uma funcionária se ele poderia mesmo pegar um pão. Ela disse que sim, e ele muito agradecido disse que estava desempregado, sem dinheiro para nada e que levaria um pão para se alimentar no dia seguinte”, contou a comerciante.

Os pães para doação são colocados nas cestas durante todo o horário de funcionamento das duas padarias República dos Pães, de 5h50 às 22h30.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *